Sobre o Projeto

“Fazer a editoração de um livro que será disponibilizado em duas mídias distintas: uma edição impressa e uma on-line. O projeto objetiva explorar as características particulares de cada uma das mídias dentro de um mesmo projeto gráfico, fazendo com que cada uma seja valorizada pelo que tem de características partículares, como por exemplo texturas, aromas, encadernação na edição impressa e links, animações e interatividade na edição virtual.”

Acho que se fosse só isso, frio desse jeito, como descrevi acima, seria mais fácil.

Entra como complicador nesse processo, o fato de o livro em questão -desIgn-projeto mutante- ter sido escrito por mim mesmo. Se o trabalho fosse mexer numa obra consegrada, ou mesmo um inédito de um amador, eu poderia apenas me ater ao design, e seguir requisitos projetuais com um pouco mais de imparcialidade. Mas como não é o caso, todo o trabalho se torna um confronto comigo mesmo, o eu que escreveu o texto, o eu que tenta traduzi-lo em imagens, o eu que anseia pelas críticas do conteúdo e o eu que anseia as críticas do acabamento. Eu olho para o texto como se olhasse uma foto de uns anos atrás: as vezes me reconheço, as vezes vejo que mudei muito. Como o que escreveu vive, cresce e muda junto com o que projeta, tudo sofre com a sensação de delay.

Meu desafio é, pois, estabelecer um ponto final para um processo contínuo.

o projeto tem que parar de mutar!